quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Um homem Motivado pela Grandeza de Deus

Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008

Testemunho - James Irwin - Astronauta

O Testemunho de Quem Andou na LuaO ex-astronauta norte-americano James Irwin, tripulante da nave espacial Apolo 15, foi o oitavo homem a caminhar na lua e o primeiro a dirigir um jipe lunar. Ele e seu companheiro de tripulação permaneceram três dias explorando a superfície da lua, a bordo do jipe.James Irwin era um crente formal, sem grandes entusiasmos pelo trabalho da Igreja. Depois que voltou da lua, as coisas mudaram. Ele confessou: "Quando estava na lua, lembrava-me especialmente do Salmo 121: "Elevo os meus olhos para os montes; de onde vem o meu socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra" (Sl 121:1-2). Foi em conseqüência desta experiência que ele revelou, após doze dias no espaço, a bordo da Apolo 15, ter sentido a "presença de Deus" e descoberto "a fragilidade do planeta e a necessidade de protegê-lo".Após aposentar-se da NASA, James Irwin dedicou sua vida à pregação do Evangelho. Fundou uma organização, que denominou "Hight Flight" - Vôo Alto -, destinada ao financiamento das campanhas evangelísticas que realizou pelo mundo. Ele queria dizer ao mundo inteiro de sua experiência com Deus na Apolo 15.E para quem lhe questionava da relevância deste seu novo projeto, depois da sua aventura no espaço, ele respondia: "A propagação da mensagem de Jesus ao redor do mundo é a coisa mais importante para mim, que me traz íntima satisfação pessoal. Não posso desejar bênção maior, e me senti realizado quando posso contar o que Cristo tem feito na minha vida".Perguntando, certa vez, se trouxe alguma coisa da lua, ele disse: "Apanhei muitas rochas na lua, sendo uma considerada a mais antiga já encontrada no Universo. Mas Cristo é que é a única Rocha Verdadeira e eterna. A única rocha que não pode falhar é Jesus Cristo, o Filho de Deus e Salvador do mundo".Ao entrevistador que lhe perguntou: "A religião está fora de moda?", James Irwin respondeu: "Não. Certamente as Igrejas precisam mudar os métodos, sem tocar na essência, que permanece válida e poderosa. Os resposáveis pelas Igrejas, seja qual for o ramo do Cristianismo, precisam sair de seus templos e ir ao encontro dos que estão indiferentes à vida religiosa".James Irwin, em toda sua carreira de piloto e especialmente depois de entrar para o programa espacial da NASA, recebeu o treinamento para toda e qualquer sensação física, na busca de grandes altitudes em seu desejo de voar mais e mais. Mais tarde, alguém lhe perguntou: "Como voar até Deus?" A resposta foi: "Preparando-se espiritualmente. Com esperança em Cristo, o Filho de Deus.Assim estaremos nos preparando mesmo para o vôo mais alto que todos devemos fazer, sem trajes espaciais, sem nave espacial. Vamos voar e encontrar Jesus lá nos céus". Esse vôo final, maior e mais glorioso, o ex-astronauta fez aos 61 anos de idade, no dia 10.08.91, ao falecer de problemas cardíacos, no estado de Colorado, EUA. Para o mundo inteiro ficou o testemunho de um cientista que temeu e honrou o Criador.

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

VENCENDO A TENTAÇÃO

Uma das coisas que mais prejudica o Corpo de Cristo é quando um líder cai em tentação. Não apenas em pecado sexual, mas em outros tipos de pecado, como a ganância pelo dinheiro, ou o orgulho por ser famoso, ou a busca de privilégios pelo ministério. A lista é bem comprida. Como pode um líder enfrentar a tentação?
Não há duvida de que a tentação virá. Jesus mesmo disse isso. Na oração do Pai Nosso, Ele pede ao Senhor que nos livre da tentação.
Chip Ingram, pastor de uma igreja na Califórnia e apresentador do programa “Living on the Edge”, fala de quatro pontos importantes a considerar. Devemos examiná-los bem antes de enfrentar a tentação, porque eles podem nos proteger e ajudar a não cair em tentação.
1. Convicção.
Estamos claramente convencidos sobre as verdades bíblicas e sua aplicação prática em nossa vida? Uma coisa é crer. Outra coisa é ter convicção. Muitos crêem. Até os demônios crêem. Mas convicção significa ter a crença “tão” internalizada que, não importa o que acontecer, não vou deixar que algo me mova da minha crença. Não vou transigir naquilo que eu acredito ser a verdade bíblica.
Cada líder tem sua área de fraqueza, que é diferente para cada pessoa. Todos nós devemos examinar e ver como podemos transformar nossa crença em convicção. Cremos que não se deve adulterar, mas, quando vem a tentação, temos convicção? Cremos que não se deve gastar mal os fundos da igreja, mas, quando vemos o dinheiro, temos convicção? Sabemos que o orgulho foi o primeiro pecado do homem, mas, quando nos lisonjeiam ou nos convidam a nos orgulharmos de alguma maneira, temos convicção?
2. Avaliar as conseqüênciasO pastor Ingram pinta o quadro hipotético das conseqüências de uma queda sexual para sua família. Ele imagina o que seria ter de ir a sua casa e explicar a seus filhos que seus pais estão se divorciando porque ele cometeu adultério. (Ele não adulterou, para os que querem saber.) Ele pensa em como seria a vida dos seus filhos, o sofrimento da sua esposa, o mal que isso faria ao ministério — e isso o ajuda a não cair em tentação.
O Inimigo quer que acreditemos que um “pecadinho” não é tão grave assim, que não fará tanto mal. Mas o pecado sempre mancha tudo o que toca. Parte da sedução do pecado é fazer com que fiquemos cegos às suas conseqüências. Se pudermos parar e pensar no que isso pode causar nas nossas vidas, nas nossas famílias, no nosso ministério e na nossa igreja, poderemos encontrar no Senhor a força para enfrentar a mentira do pecado com a verdade da Bíblia.
3. Decisões préviasÉ importante também tomar certas decisões com antecipação.
Todo cristão, principalmente o líder, deve parar e tomar algumas decisões prévias. Quais são as coisas que nem sequer terão a possibilidade de ocorrer na minha vida? Quando estou vendo televisão sozinho e começa um filme de moral duvidosa, o que vou fazer? Decisão prévia: mudar de canal. Não permito que determinados tipos de filmes entrem na minha casa por uma decisão prévia. Trato sempre a minha esposa como a rainha do lar porque tomei uma decisão prévia de não olhar para outras mulheres e fazer comparações. Trato a minha esposa com o respeito e a lealdade que lhe são devidos por uma decisão prévia. Cada pessoa deve tomar suas decisões prévias.
4. Viver em transparênciaÉ importante que os líderes, inclusive mulheres, integrem um pequeno grupo no qual possam viver em transparência. Uma das grandes tentações da liderança é pensar que podemos dar conta das coisas sozinhos. “Não podemos”. Deus nos criou com a necessidade de comunhão e intimidade emocional com outras pessoas. Os homens devem fazer parte de um grupo de homens, e as mulheres, de um grupo de mulheres, nos quais podem abrir seus corações com transparência e confidência, sabendo que todos estamos sujeitos a tentações. Se sei que tenho de contar ao meu grupo o que estou enfrentando, isso me ajudará a frear na hora da tentação.
Isso exige muita maturidade e uma mudança em como as pessoas nas igrejas vêem os seus líderes. Eu posso muito bem imaginar de onde vem a mentira de que a vida do líder tem de ser perfeita. Tem de ter filhos perfeitos, esposas perfeitas, sempre falar de forma perfeita, com sabedoria perfeita... De onde saiu essa idéia? Por que nos tornamos líderes, deixamos de pecar? Deixamos de precisar da confissão e do perdão? Claro que não! Então, sejamos transparentes e verdadeiros, honestos. Nem tudo o que acontece precisa vir a público. Mas deve existir um grupo de duas a três pessoas ao meu redor, às quais tenho de prestar contas e viver em transparência — pessoas que podem orar por mim e me sustentar (e eu em relação a elas) para que não caiamos em tentação.
Texto publicado originalmente na revista Ultimato.

sábado, 22 de novembro de 2008

Olhai para a mulher de Ló

A Mulher de Ló

um Exemplo a Não Seguir“Lembrai-vos da mulher de Ló” (Lc 17.32).Mas, pra que? Com tantas pessoas de quem temos que nos lembrar, para que nos lembrarmos da mulher de Ló? Ela viveu há tanto tempo! Não há sequer um retratinho dela, nem o seu nome sabemos! Essa mulher! Mulher-modelo! Sim, modelo a não ser seguido. Todos nós somos tentados a agir como ela, em sua loucura momentânea e fatal.Era Ló o seu esposo, e ambos viviam com as duas filhas na cidade de Sodoma. A cidade tinha uma característica: era promíscua. A homossexualidade grassava livre, solta e generalizada por sua população. Ló incomodava-se com isso, mas, como era um estrangeiro, pouco podia fazer. Pelo menos suas filhas estavam encaminhadas. Elas tinham maridos. Diz-nos a bíblia que os clamores sobre essa cidade subiram ao Senhor. Provavelmente os de Ló, homem de oração.Nenhuma oração que fazemos, quando sincera e cônscia da presença do Senhor, é vã ou sem resposta. À semelhança das ondas de rádio, que se propagam perpetuamente pelo universo, ao ponto de poderem ser ouvidas novamente algum dia (dizem os entendidos), as orações também não se perdem. Em Apocalipse está escrito que elas serão lançadas com incenso sobre a Terra, nos dias de juízo (Ap 8.4). Ló orava e Deus atendeu aos seus clamores.Dois anjos e o Senhor foram até Abraão notificá-lo da destruição iminente de Sodoma. Enquanto Deus ficara com Abraão, os anjos desceram à cidade. Ali, na praça, encontrados por Ló, foram convidados para hospedarem-se em sua casa (a bíblia recomenda que sejamos hospitaleiros, pois alguns podem estar hospedando anjos, cf Hb 13.2).Ao entrarem em casa de Ló, os homens da cidade foram à porta exigir que os visitantes fossem postos para fora, para serem abusados sexualmente. Ló implorou-lhes que nada lhes fizessem, pois estavam debaixo de seu teto. A gentalha ralhou com ele, dizendo que um estrangeiro não deveria dar-lhes ordens, e agora iriam abusar dele mesmo. Foi quando os anjos o recolheram para casa, cegaram o populacho e mandaram que Ló e a família saíssem o mais cedo possível, pois haveria uma chuva de fogo e enxofre, destruindo tudo. Mas instou com eles: não olhem para trás.Ló, a esposa e as duas filhas saíram. Os genros não quiseram, não acreditaram. “Não olhem para trás”, era a ordem. Correram estrada afora. Infelizmente a mulher de Ló, não se sabe porque, se por zelo da casa, misericórdia dos que ficaram, curiosidade ou medo, olhou para trás. Imediatamente foi transformada numa estátua de sal, prefigurando o Mar Morto que se formaria naquela área.“Lembrai-vos da mulher de Ló”, que olhou para trás. Quantos de nós, depois de sermos resgatados do mundo, somos tentados a voltar à velha vida, aos velhos hábitos, às velhas alegrias! “Não olhem para trás”. Quem lança mão do arado e olha para trás não é digno do Reino (Lc 9.61). Jesus diz que quem olha para trás é como o “sal insípido”, que para nada mais presta, senão para ser lançado fora (Mt 5.13), como o sal que compunha a estátua daquela que fora uma mulher eleita, pois escolhida para sair da destruição em função do esposo justo que tinha. Quem olha para trás é semelhante ao cão que volta ao próprio vômito ou à porca que volta ao seu próprio lamaçal (II Pe 2.22)Se for o seu caso, ainda há tempo, pois o “fogo e o enxofre” não caíram sobre a Sodoma e Gomorra deste fim dos tempos. Ainda temos um advogado perante o Pai, Jesus Cristo, o Justo. Ele é a propiciação pelos nossos pecados (I Jo 2.2). “Lembrai-vos da mulher de Ló”. Eu jamais quero seguir o exemplo dela. E você?

Wagner Antonio de AraújoIgreja Batista Boas Novas de Osasco,

http://www.youtube.com/watch?v=vA58Nfzs894

Para A Página Principal de


terça-feira, 18 de novembro de 2008

Pr. Marcelo entrevista Manoel Basílio (Presidente dos Gideões na Paraíba)

ENTREVISTADO – MANOEL BASÍLIO – Presidente Estadual da Paraíba de Os Gideões Internacionais.

PERGUNTAS:

01 – Irmão Basílio, Quem são Os Gideões Internacionais?

R – Somos uma associação de Homens de Negócios e Profissionais cristãos, unidos para serviço e camaradagem, em mais de 180 países e temos atuado como um braço missionário estendido da Igreja. O principal objetivo da Associação é tornar conhecido o evangelho de Cristo em todo o mundo, a fim de que todos cheguem a conhecer o Senhor Jesus Cristo como Salvador pessoal.
No mundo, o contingente de leitores é acrescido de 2.000.000 de pessoas à cada semana, e isso cria uma necessidade sem precedente de material de leitura em geral. Essa situação oferece um desafio e uma grande oportunidade para os cristãos suprirem esse vazio tremendo, tornando disponível a Palavra de Deus. Esta é a função primordial de Os Gideões, colocar e distribuir Bíblias e Novos Testamentos em locais, de âmbito nacional, onde a Palavra de Deus se torna imprescindível e pode influenciar positivamente as pessoas. Os Gideões Internacionais, como leigos, se colocam ombro a ombro como 'missionários' de igrejas locais e de seus pastores, indo aos quatro cantos da terra para ganhar outros para o Senhor Jesus Cristo.
02 – Qual é o objetivo principal de vocês?

R – Naturalmente, tornar a Palavra de Deus conhecida de todos. Mas o nosso trabalho não se resume, apenas, distribuir a Palavra de Deus. Nosso objetivo maior é ganhar almas para Crisdto. E isso fazemos através: da Associação; do Testemunho Pessoal e da Colocação e Distribuição Gratuita da Palavra de Deus. Queremos ver homens, mulheres, jovens, meninos e meninas conhecerem Cristo como seu Salvador.

03 – Quando o ministério de Os Gideões Internacionais foi fundado?

R – O nosso trabalho teve início em julho de 1899. Portanto, já temos mais de 109 anos de existência, pela graça de Deus. A cada dia, mês e ano, temos contado com a ajuda de Deus.

04 – Sabemos que as esposas dos Gideões têm um papel importante, também, nesse ministério.
Como é que elas atuam?

R – Ah, realmente não fazemos sozinhos o trabalho de Deus. Contamos com a indispensável ajuda de Deus, e de nossas esposas também. Primeiramente elas nos ajudam em oração. Temos até um slogan que diz: “as Auxiliares de joelhos sustentam os Gideões em pé”. Em segundo lugar, nossas esposas também distribuem os Novos Testamentos ao corpo médico dos hospitais – médicos, enfermeiras e pessoal de apoio – bem como nas clínicas e consultórios médicos. Também fazem a entrega de NTs nos presídios femininos. Enfim, As Auxiliares dos Gideões Internacionais são umas verdadeiras coadjuvantes no trabalho gideônico.

05 – Quantos são hoje os Gideões e as Auxiliares no mundo e no Brasil?

R – No mundo, pela graça de Deus, somos hoje mais de 176 mil gideões e mais de 95 mil auxiliares. Aqui no Brasil somos 11.500 gideões e 8.700 auxiliares. Todo esse contingente está a serviço do Reino de Deus.

06 – O irmão Basílio, como um gideão internacional com bastante experiência no trabalho de
distribuição das Sagradas Escrituras, como o senhor vê o resultado desse trabalho?

R – Pr. Marcelo Farias, eu vejo com muita alegria o que Deus tem feito através do nosso trabalho. São inúmeros os testemunhos, em todo o mundo, de pessoas que tiveram suas vidas transformadas pelo poder da Palavra de Deus que tem sido semeada pelos Gideões Internacionais. Muitos têm sido os casos de pessoas que se encontravam desesperadas – algumas até com o intuito de se suicidar – mas que, ao terem um contato com a Palavra de Deus, foram agraciadas com a misericórdia dele.. Deus é muito bom. E é por isso que cremos na eficácia de Sua Palavra. É como está escrito em Izaías 55.11: a Palavra de Deus não volta vazia.

07 – Mas irmão Basílio, eu gostaria de ter uma resposta mais direta e objetiva quanto aos resultados alcançados pelos Gideões Internacionais. Gostaria que o irmão nos dissesse alguns casos práticos resultantes da distribuição dos Novos Testamentos feita por vocês.

R – É, pastor Marcelo, aqui mesmo na Paraíba nós temos inúmeros casos. Eu mesmo conheço muitas pessoas que hoje são salvas e que são ativas em suas igrejas, fruto da leitura de um Novo Testamento distribuído pelos Gideões Internacionais. Temos o irmão Francisco Castro, ex-comandante da polícia militar de Campina Grande. Ele se converteu ao Senhor Jesus após a leitura de um Novo Testamento nosso. Hoje ele é presbítero da igreja congregacional. Temos o pastor Francisco Laércio – pastor da Assembléia de Deus – que também se converteu através de um NT nosso. Atualmente ele está pastoreando uma igreja no estado de São Paulo. Na cidade de Ingá temos uma professora, a irmã Aline Suênia, que também é fruto do trabalho dos gideões internacionais. Na cidade de Patos temos o Pr. Raniere, da Igreja Batista, que também foi alvo através da leitura de um Novo Testamento nosso. Em suma, são muitas pessoas alcançadas com a graça salvadora de Cristo, e que aqui nós não temos espaço para enumerar todas aquelas que conhecemos. Cremos que somente a eternidade no dirá, no porvir, quantos foram salvos com a leitura de um Novo Testamento distribuído pelos Gideões Internacionais. Somos felizes por sermos semeadores da Palavra de Deus.

08 – Todos sabemos que o trabalho que vocês fazem é sério e tem sido abençoado por Deus.
Agora pergunto: como é que vocês arregimentam homens e mulheres para servirem nessa
Obra? Vocês contam com a ajuda de alguém?

R – Foi muito boa essa pergunta, pr. Marcelo. Nós sempre oramos a Deus, pedindo-lhe que Ele nos conceda mais trabalhadores para o ministério gideônico. Fazemos ‘jantar com candidatos’, a fim de convidar irmãos e irmãs para fazerem parte desse glorioso trabalho. Mas contamos, de maneira especial, com a ajuda dos pastores. Estes nos indicam seus membros e nós os contatamos, convidamo-los a participar de nossas Reuniões de Oração. E lá eles preenchem a proposta de ingresso. Se esses irmãos têm o espírito missionário, de evangelismo, eles permanecem conosco. Os que não têm compaixão pelas almas perdidas, logo nos deixam, saem de nosso meio. Felizmente têm sido poucos os que desertam de nossas fileiras.

09 – São vários os locais onde Os Gideões Internacionais distribuem e colocam os Novos
Testamentos. Vocês têm encontrado alguma dificuldade para fazer esse trabalho?
Como tem sido a receptividade por parte daqueles que recebem a Palavra de Deus?
Vocês encontram alguma barreira ou incompreensão de alguém quando vai entregar
um Novo Testamento?

R – Primeiramente, vamos por parte: Realmente são muitos os locais onde entregamos e/ou colocamos a Palavra de Deus. São escolas, desde a 4ª série do ensino fundamental até à universidade; são hospitais, unidades militares, presídios, repartições públicas, enfim, muitos locais. Temos, sim, enfrentado algumas dificuldades. Felizmente são poucas, principalmente alguns colégios administrados por clérigos – geralmente freiras. Estas, apesar de se dizerem cristãs, têm colocado barreiras, proibido mesmo a gente entregar os Novos Testamentos a seus alunos. Mas temos orado, pedido a ajuda de Deus para derrubar essas muralhas. Temos feito distribuição das Escrituras nas calçadas desses colégios. De forma que de uma maneira ou de outra temos montado estratégias para atingir todos os seguimentos onde atuamos.
Quanto à receptividade dos que recebem a Palavra de Deus, pr. Marcelo, eu tenho a afirmar que tem sido muito boa, pela graça de Deus. É bem verdade que aqui ou acolá sempre têm aqueles que debocham do nosso trabalho; que não dão valor à Palavra recebida, mas isso a gente entrega a Deus e ora para que essas pessoas amanhã ou depois se arrependam do que fazem com a gente e entreguem suas vidas a Cristo.

10 – Irmão Basílio, falando de distribuição, até hoje quantos Novos Testamentos e/ou Bíblias
o ministério de Os Gideões Internacionais já distribuiu no mundo inteiro? E no Brasil?

R – Irmão Marcelo, para a honra e a glória do nome do Senhor nosso Deus, nesses 109 anos de existência, o ministério gideônico já distribuiu no mundo – nos 187 países onde atuamos – cerca de 1.440 bilhão de Bíblias e Novos Testamentos. Aqui no Brasil já foram mais de 135 milhões de Escrituras. Só pra o senhor ter uma idéia, pr. Marcelo, a cada hora do dia distribuímos 8.673 NTs. Ou seja, a cada minuto, em alguma parte do globo terrestre, Os Gideões Internacionais distribuem exatamente 144 exemplares da Palavra de Deus. Por ano nós distribuímos mais de 70 milhões de Novos Testamentos nos países onde estamos presentes. Para a glória de Deus, Os Gideões Internacionais, hoje, são a maior agência missionária do mundo. Nenhuma organização está presente em tantos países como a nossa. Para que os ouvintes de seu programa tenham uma idéia – e sabemos que seu programa tem uma boa audiência – hoje nós, pela graça de Deus, só temos a FIFA e a ONU em nossa frente. OU seja, a FIFA está presente em 205 países; a ONU em 192, e a gente em 187 países.

11 – Sabemos, irmão Basílio, que o trabalho de vocês não se resume, apenas, distribuir Novos
Testamentos às pessoas carentes da Palavra de Deus. O que mais vocês fazem quando
se reúnem?

R – Pr. Marcelo, todo campo gideônico – assim chamamos os grupos formados por gideões e auxiliares – se reúne semanalmente. São as nossas Reuniões de Oração. Nessas reuniões a gente ora pelas pessoas que receberam ou vão receber a Palavra de Deus. Oramos por nossas famílias, pelas autoridades constituídas, bem como por nossos pastores e suas igrejas. Também nos reunimos em Convenções, sejam elas estaduais, nacionais ou internacionais. Também fazemos reuniões de orientação e de Treinamentos para nossos membros. Deus requer que cada um de nós seja capacitado para fazer o trabalho que Ele nos delegou. Não precisamos apenas da capacidade espiritual, mas também saber fazer o melhor para o nosso Deus.

12 – Aqui na Paraíba quantos grupos vocês possuem em atividade? Quantas cidades paraibanas
são atingidas pelo trabalho dos Os Gideões Internacionais?

R – Pela graça de Deus nós temos aqui na Paraíba 17 campos gideônicos. Todas as cidades do nosso Estado são atendidas por nosso ministério. De forma que não fica nenhuma escola, quartel, presídio, hospital, etc., que não seja contemplado com um Novo Testamento dos Gideões Internacionais.

13 – Voltando a falar sobre o ingresso de pessoas nesse ministério, pergunto: qualquer crente
pode ingressar nos Gideões Internacionais? Ou vocês têm critérios para o seu ingresso?

R – Muito oportuna esta sua pergunta, pr. Marcelo. Realmente qualquer crente pode ingressar em nosso ministério, porém nós temos alguns critérios para essa admissão. Primeiramente, e por força de nossos estatutos, o candidato que deseja juntar-se aos Gideões Internacionais, deve ser um crente com bom testemunho, que tenha uma vida exemplar, pautada pela Palavra de Deus. A pessoa deve ser membro de uma igreja genuinamente evangélica e estar em plena comunhão com a igreja a que pertence. É tanto que o pastor do candidato a gideão deve nos fornecer uma carta, recomendando o membro de sua igreja para ingressar em nosso ministério. Sem essa recomendação do pastor a gente não admite nenhum crente para fazer parte do trabalho gideônico. Outro critério que a gente utiliza diz respeito à qualificação profissional. O candidato deve dispor de parte de seu tempo para fazer o trabalho gideônico, principalmente no que diz respeito à Distribuição de Escrituras. Para tanto, o candidato deve ser um profissional que reúna estas condições. Assim, pode fazer parte dos Gideões Internacionais todo e qualquer professor com título universitário, profissional liberal, o pequeno comerciante ou empresário, o agricultor que viva de sua terra. O gerente ou o chefe que, pelo menos, supervisione duas ou mais pessoas. O militar também pode ser um gideão, desde que tenha a patente mínima de primeiro sargento. Enfim, pessoas com tempo para trabalhar para o Reino de Deus. Não somos uma associação de elite, como alguém até poderia pensar, mas temos esses critérios que são observadors por mais de um século.

14 – Irmão Basílio, toda pessoa que participa de uma organização é obrigada a cumprir certos
regulamentos, seja por força de estatutos, seja por regimento interno. No Caso dos Gideões
Internacionais, o que faz um membro seu ser desligado da organização?

R – Pr. Marcelo, para que um membro nosso seja excluído de nosso ministério, nós temos quatro condições em que ele pode ser excluído ou afastado. A primeira é a espontaneidade do gideão. Ele pode se retirar de nossa Associação a qualquer momento. Para isso ele tem inteira liberdade. Nosso trabalho é voluntário e não queremos ninguém constrangido, conosco. A segunda condição, é quando o gideão perde a condição de membro da igreja da qual ele participa. Se ele errar, cometer algo que vá de encontro aos princípios bíblicos ou estatutários de sua igreja, com certeza ele vai ser disciplinado, não é verdade? E nesse caso o referido irmão também perde a condição de continuar sendo membro dos Gideões Internacionais. Para ser um gideão, o crente precisa primeiro ser temente a Deus e estar em plena comunhão com sua igreja. A terceira condição em que um membro nosso perde o direito de continuar conosco, é quando ele sai de sua igreja e vai para uma outra, sendo esta uma igreja não elegível, que não tem relacionamento com os Gideões Internacionais. Isso ocorre quando a nova igreja não é uma igreja genuinamente evangélica. E por último, pr. Marcelo, um gideão deixa de ser gideão, quando ele se afasta da igreja, se desvia por outros caminhos. Nesse caso nós não podemos compactuar com essa nova situação e temos, assim, que excluir esse membro de nossa Organização.

15 – Sobre o custeio da impressão dos Novos Testamentos que Os Gideões Internacionais distribuem, quem patrocina?

R - Muito importante também esta sua pergunta, pr. Marcelo. A nossa Organização não recebe donativo de nenhum poder público, seja ele municipal, estadual ou federal. Todos os Novos Testamentos que distribuímos, são impressos com nossos recursos. Aliás, temos duas fontes que custeiam a impressão desse material: primeiro os membros de nossa Associação – gideões e auxiliares – que mensalmente dão suas contribuições voluntárias. E temos também as Igrejas que nos apóiam. É muito boa a parceria que recebemos das igrejas. Hoje quase 20% dos nossos recursos são oriundos das igrejas de que participamos.

Foi tudo muito Rápido


Foi tudo muito rápido. A executiva bem-sucedida sentiu uma pontada no peito, vacilou, cambaleou. Deu um gemido e apagou. Quando voltou a abrir os olhos, viu-se diante de um imenso Portal.Ainda meio zonza, atravessou-o e viu uma miríade de pessoas.Todas vestindo cândidos camisolões e caminhando despreocupadas. Sem entender bem o que estava acontecendo, a executiva bem-sucedida abordou um dos passantes:- Enfermeiro, eu preciso voltar urgente para o meu escritório, porque tenho um meeting importantíssimo. Aliás, acho que fui trazida para cá por engano, porque meu convênio médico é classe A, e isto aqui está me parecendo mais um pronto-socorro. Onde é que nós estamos?- No céu.- No céu?...- É.- Tipo assim... o céu, CÉU...! Aquele com querubins voando e coisas do gênero?- Certamente. Aqui todos vivemos em estado de gozo permanente.Apesar das óbvias evidências nenhuma poluição, todo mundo sorrindo, (ninguém usando telefone celular), a executiva bem-sucedida custou um pouco a admitir que havia mesmo apitado na curva.Tentou então o plano B: convencer o interlocutor, por meio das infalíveis técnicas avançadas de negociação, de que aquela situação era inaceitável. Porque, ponderou, dali a uma semana ela iria receber o bônus anual, além de estar fortemente cotada para assumir a posição de presidente do conselho de administração da empresa.E foi aí que o interlocutor sugeriu:- Talvez seja melhor você conversar com Pedro, o síndico.

- É? E como é que eu marco uma audiência? Ele tem secretária?

- Não, não. Basta estalar os dedos e ele aparece.

- Assim?(...)

- Pois não?A executiva bem-sucedida quase desaba da nuvem. À sua frente, imponente, segurando uma chave que mais parecia um martelo, estava o próprio Pedro.Mas, a executiva havia feito um curso intensivo de approach para situações inesperadas e reagiu rapidinho:- Bom dia. Muito prazer. Belas sandálias. Eu sou uma executiva bem-sucedida e...- Executiva... Que palavra estranha. De que século você veio?- Do 21. O distinto vai me dizer que não conhece o termo 'executiva'?- Já ouvi falar. Mas não é do meu tempo.Foi então que a executiva bem-sucedida teve um insight. A máxima autoridade ali no paraíso aparentava ser um zero à esquerda em modernas técnicas de gestão empresarial. Logo, com seu brilhante currículo tecnocrático, a executiva poderia rapidamente assumir uma posição hierárquica, por assim dizer, celestial ali na organização.- Sabe, meu caro Pedro. Se você me permite, eu gostaria de lhe fazer uma proposta. Basta olhar para esse povo todo aí, só batendo papo e andando a toa, para perceber que aqui no Paraíso há enormes oportunidades para dar um upgrade na produtividade sistêmica.- É mesmo?- Pode acreditar, porque tenho PHD em reengenharia. Por exemplo, não vejo ninguém usando crachá. Como é que a gente sabe quem é quem aqui, e quem faz o quê?- Ah, não sabemos.- Entendeu o meu ponto? Sem controle, há dispersão. E dispersão gera desmotivação. Com o tempo isto aqui vai acabar virando uma anarquia. Mas nós dois podemos consertar tudo isso rapidinho implementando um simples programa de targets individuais e avaliação de performance.- Que interessante...- É claro que, antes de tudo, precisaríamos de uma hierarquização e um organograma funcional, nada que dinâmicas de grupo e avaliações de perfis psicológicos não consigam resolver.- !!!...???...!!!...???...!!!- Aí, contrataríamos uma consultoria especializada para nos ajudar a definir as estratégias operacionais e estabeleceríamos algumas metas factíveis de leverage, maximizando, dessa forma, o retorno do investimento do Grande Acionista... Ele existe, certo?- Sobre todas as coisas.- Ótimo. O passo seguinte seria partir para um downsizing progressivo, encontrar sinergias high-tech, redigir manuais de procedimento, definir o marketing mix e investir no desenvolvimento de produtos alternativos de alto valor agregado. O mercado telestérico, por exemplo, me parece extremamente atrativo.- Incrível!- É óbvio que, para conseguir tudo isso, nós dois teremos que nomear um board de altíssimo nível. Com um pacote de remuneração atraente, é claro. Coisa assim de salário de seis dígitos e todos os fringe benefits e mordomias de praxe. Porque, agora falando de colega para colega, tenho certeza de que você vai concordar comigo, Pedro. O desafio que temos pela frente vai resultar em um Turnaround radical.- Impressionante!- Isso significa que podemos partir para a implementação?- Não. Significa que você terá um futuro brilhante... se for trabalhar com o nosso concorrente. Porque você acaba de descrever, exatamente, como funciona o Inferno...
Max Gehringer
(Revista Exame)

terça-feira, 11 de novembro de 2008

DEZ PERGUNTAS QUE TODO MARIDO DEVE FAZER À SUA ESPOSA ANUALMENTE

Todo ano, Tom e Jeannie Elliff se afastam para um retiro particular. Numa ocasião, ao compartilharem uma refeição num restaurante íntimo, Tom fez as seguintes perguntas à Jeannie - ele queria ouvir as palavras de sua esposa e ouvir seu coração.

Estas dez perguntas se tornaram um exercício anual porque Tom procura seguir a exortação do apóstolo Paulo: Vocês maridos igualmente, vivam com as suas esposas de uma maneira compreensiva, como um vaso mais frágil, já que ela é mulher, e dê honra a ela como uma herdeiro em igual da graça da vida, para que as suas preces não sejam impedidas. 1 Pedro 3:7.

1. Que posso fazer para que você se sinta mais amada?
2. Que posso fazer para que você se sinta mais respeitada?
3. Que posso fazer para que você se sinta mais compreendida?
4. Que posso fazer para você se sentir mais segura?
5. Que posso fazer para que você se sinta mais confiante no nosso futuro caminho?
6. Que atributo você queria que eu desenvolvesse?
7. Que atributo você gostaria que eu lhe ajudasse a desenvolver?
8. Que realização na minha vida lhe traria a maior satisfação?
9. O que indicaria para você que eu realmente desejo ser mais como Cristo?
10. Que objetivo mútuo você gostaria de nos ver realizar?
Tom Elliff é pastor da First Southern Baptist Church em Del Cita, Oklahloma, EE.UU.
Pesquisador: Pr. Marcelo Farias.

Ministério de Aconselhamento para Casais.
Fone: ( 83) 8858- 2047

PROGRAMA: FAMILIA OBRA PRIMA DE DEUS

“Projeto Familia Obra Prima de Deus”


LEBOM .
Na hora de matar a sua sede, tome a bebida mais saudável e refrescante... Beba citrux. Citrux é da lebom 3337-4050
LUANNY MODAS. E BOULLEVAR
Afonso campos Ed. Anatólio Center Centro
Fone: 3337-4521
As Melhores marcas da Moda, conforto e segurança e preços especiais.
ÁGUA MINERAL:
ITAQUATIARA E CANTI DA SERRA
Beba a melhor água da Cidade, qualidade confiança e o melhor preço.
Rua: Arrojado de Lisboa, 684 Monte Santo
Fone: 3321- 7763 ou 3321- 9080
RIX
internet via radio Rua Tiradentes, 21 sala 801 – centro ( Edifício Metro shop )
Tel.: 3341-5770 (Campina Grande) 3225-2971 (João Pessoa)
Emanuel Colagens industrial.
Rua: Projetada, S/N- quadra 09- lote 01 Distrito industrial
Fone: 3331-4333 Queimadas-PB
Supermercado compre Mais .
Onde seu dinheiro rende e tem real valor.
Rua: Assis chateaubriand, em frente a churrascaria do j. Paulistano
( Walesca e Joilson)
Abraços: Preb. Ricardo
Forte: Cursos de Segurança Privada.
Os primeiros Que procurarem o Curso terão um descontão de 20% Fone: 3222-4597 e 3051-3157 Av Floriano Peixoto 1974
LANCHONETE IGUANAS
Abraços: Cleber e Vitória Ela é gerente da
Rua Maciel Pinheiro Lanches a parti de R$. 1,050
JOVESA ASSISTENCIA AUTOMOTIVA
Rua: João Suassuna, 1114- Monte Santo
Fone: 3322-5758
ARTE & VIDA.
Abraços : Geraldo e Amanda Rua: Irineu Jofilly ,183–lojas 5 e 6 Babilônio Center
Tel.: 2101-4133 / 8865-1222 Bíblias, livros e artigos evangélicos, para presentear a pessoa que você ama.
Colégio Monte Sião
Rua: Bento Viana, 60 – Centro. Fone: 3341-3073 .
Panquecaria Saborear Rua: Vigário Calixto - Catolé Fone: 3337-4328
Rede Farma
Rua: Venâncio Neiva
Fone: 3311-6500
Oftalmologista.
Dr.Carlos Alberto Rua: Montevidéu, 720 SL 105 – Prata
Fone: 3341-8552
Replastil Ind. Com.
Plástico Rua: João Pessoa, 675 Fone: 3310-6750
Mult-Med (Distribuidora de medicamentos)
Rua: Irineu Joffily, 201 -
Centro Fone:3341-2244
MILTON DO OURO FABRICAÇÃO DE JOIAS,MANUTENÇÃO, VENDAS.
CARDOSO VIEIRA, 153 CENTRO.
FONE: 3321 - 0430
Gil Celulares.
consertos e Manutenções, compras e vendas Fale com Gil loja 83/84 1andar shoping centro Edson Diniz Campina Grande .
fones.9922-0113 ou 8610- 103
Livraria 3:16 A mais Completa livraria da Cidade. Local de leitura para Adultos e Crianças, os melhores preços e descontos para siminaristas
Rua: Vidal de Neigreiros, 75 Centro Campina Grande.
fone: 3322- 3063 e 8829- 0316 http://www.livraria316.com.br/

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

FATOS QUE PRECEDEM O ARMAGEDOM


FATOS QUE PRECEDEM O ARMAGEDOM






Ítalo Jàiro Pontes Farias (Graduando em História/UEPB)

Pr. Marcelo Farias da Silva (Professor de Teologia da EETAD)

Introdução

Até a volta de Cristo na batalha final e posteriormente, o julgamento das nações, muitos acontecimentos e fatos ocorrerão antes na Terra com os Seres Humanos viventes desta época que não foram arrebatados aos céus, como uma total apostasia, as nações se voltarão contra Israel, vindo a serem destruídas pela mesma com a ajuda de Deus. Posteriormente ascenderá o Anticristo juntamente com o seu “sacerdote”. A Besta, que terá um governo de 7 anos, onde na primeira parte operará grandes “maravilhas e milagres”, firmando uma pseudo-aliança com Israel, liberando o seu culto e construindo o Templo, onde terá como ponto-chave a criação de uma igreja global e unificada com todo tipo de crença e credos e tendo figura central a ser adorada o Anticristo. Partindo desse fato, os Judeus se recusarão a adorá-lo e desencadeará e exporá os verdadeiros planos do Anticristo para com os seres Humanos não arrebatados e que terá como fato derradeiro a batalha do Armagedom, selando assim e incondicionalmente a vitória de Cristo.

Após o arrebatamento da Igrej

Apostasia total e indiferentismo espiritual

Mesmo após o arrebatamento, o muno viverá em apostasia e em um indiferentismo espiritual para com Deus (2Ts. 2.3/1Jo2. 18/Jo7), pois haverá em grande escala o aumento do da feitiçaria, pois, como Deus preparou um povo (os Judeus), uma língua (Grego) e um grande império mundial (império Romano), o diabo, de igual forma prepara as coisas para o advento do Anticristo e não é de hoje, por exemplo: o retorno dos Judeus à sua terra, onde se começa no século XIX com o movimento Sionista, comprando terrenos, casas entre outras coisas na Palestina, no então Império Otomano (que desfacelaria na I guerra mundial), com a transformação da Palestina em mandato Britânico cujo mandato “facilitou” a entrada de novos Judeus estrangeiros, o movimento aumentou consideravelmente com os Nazismos (Alemão e Italiano), o fluxo imigratório aumentou em larga escala. Porém, o após o arrebatamento da igreja, haverá um fluxo imigratório nunca antes visto na história.
Outra característica é a reconstrução do Templo de Jerusalém, este assunto já está em pauta de debate no parlamento Israelense e, com as modernas técnicas da engenharia civil atual, pode-se fazer o mesmo em alguns meses, porém, será construído e destruído “nesses mesmos dias”.

Predominância de uma confederações de nações

Como proferido por Daniel, nos dias de hoje já se existe varias confederações de nações, mas, a que esta mais a frente é, sem duvidas a União Européia, que cujo objetivo é união monetária, política e cultural, e, justamente esta confederação é formada pela grande parte das antigas províncias do império Romano que posteriormente a sua extinção, tornaram-se reinos, ou seja, de acordo com a profecia que Daniel vira em sua visão, cuja estátua era e é a representação dos grandes impérios mundiais que dominaram e dominarão a Terra.
A cabeça era de ouro e representava a Babilônia, o segundo reino era o Medo-Persa e sua analogia era o peito de prata, o ventre de cobre era a Grécia, as pernas de ferro foi o império Romano dividido em dois (ocidente e oriente), e por fim os pés de ferro misturado com barro serão as nações unificadas pelo Anticristo na guerra contra Israel após o arrebatamento da igreja.

1.3 Destruição da nação do “norte” e seus satélites

É proferido por Ezequiel que após o arrebatamento da igreja será declarada guerra contra Israel pelas nações do norte, como afirma Ezequiel em sua profecia, “Eis que sou contra ti, ó Gogue, príncipe de Rôs, de Meseque e Tubal” (Es. 38.3) e “virá, pois, do teu lugar, das bandas do norte, tu e muitos povos contigo, montados todos a cavalo, grande multidão e poderoso exercito; e subirás contra o meu povo de Israel, como nuvem, para cobrir a Terra” (Ez. 38.15-16a).
Mas quem será essas nações e por que elas invadirão Israel? As nações do norte correspondem hipoteticamente hoje, através da etimologia, as nações correspondem as da EU (União Européia) e da CEI (Comunidade dos Estados Independentes), ex-URSS.

· MESEQUE, hoje é hipoteticamente Moscou (Moska), enquanto TUBAL é outra cidade da Rússia, Tobolsk;
· GÔMER é a Germânia (Alemanha) e TOGARMA (Armênia e Turquia);
· PERSIA é o hoje o Irã; os Etíopes que hoje estão fixados na África são originários da bacia do rio Eufrates (Gn 2.13b-14a); enquanto PUTE é a atual Líbia;

Tendo como motivos da invasão grandes riquezas de Israel e também a sua posição estratégica na geografia mundial como afirma Ezequiel, “Assim diz o Senhor Deus: Esta é Jerusalém; Pu-la no meio das nações e terras que estão ao redor dela” (Ez. 5.5).
Mas tendo Deus lutando em favor e ao lado de Israel, as nações do norte serão derrotadas em solo Israelense, como diz Ezequiel (39.4-5),

“Gogue e o seu exercito e as nações que estão do seu lado cairão mortos nas montanhas de Israel. E eu deixarei que os corpos sejão comidos por todas as aves e animais ferozes. Eles cairão mortos em campo aberto. Sou eu, o Senhor Deus, quem está falando.”

Caindo em depressão profunda, sem nenhuma autoridade com poderes suficientes para reerguer as nações derrotadas por Israel e seu Deus. Assim, com este panorama, de depressão e caos, o caminho estará livre a ascensão do Anticristo.

1.4 Conversão em massa dos Judeus

A partir da grande e miraculosa vitória de Israel com a ajuda do Senhor sobre as nações do norte, um grande numero de Judeus se converterá, pois realmente crerá que o Senhor Deus é o Deus de Israel está ao seu lado como comenta Ezequiel,

“O Senhor disse: ‘Eu vou deixar que as nações vejam minha glória e mostrarei como uso o meu poder para realizar os meus atos de justiça. Daquele dia em diante, os Israelitas ficarão sabendo que Eu sou Senhor, seu Deus’” (Ez.39.21-22).

Pois haverá um grande despertamento espiritual entre os Judeus e que durante a “grande tribulação” haverá os 144.000 Judeus salvos, “Esses 144.000 não aceitaram a mentira de satanás; e agora desfrutam a bem aventuranças de sua redenção” (PATE, 2003, p.119), e serão encarregados de transmitir a mensagem de Deus no mundo em apostasia, pois substituirão a igreja que fora arrebatada. Assim, muda-se o contexto da história os Judeus não aceitaram as palavras de Cristo, rejeitando-o e durante a grande tribulação, eles pregarão a toda criatura o testemunho de Cristo a todas as nações.

A grande Tribulação

O surgimento do Anticristo

Ascensão desta terrível criatura virá devido a grande necessidade de estabelecer um governo amplamente mundial, ou seja, que uma única pessoa ou governo único e centralizado para resolver todos os problemas da humanidade, como já é discutido hoje em dia, isso está intrinsecamente ligado com os planos deste “super-homem” de satanás que, será o governante desta confederação de nações. (Ap.13.1-8).
Essa pessoa, o Anticristo ou besta será a personificação do diabo, dizendo ser deus, devido à “grandes maravilhas” que ele faz, possuindo grandes habilidades de manipulação da mente humana, tornando-se um líder em escala mundial, tudo através da intervenção e auxilio do diabo.
A sua chance de aparecer ao mundo será quando o mundo estiver em grande e profunda depressão após a derrota da confederação de nações diante de Israel e perante Deus. Assim ele conseguirá o controle da confederação de nações, cuja área será provavelmente a do antigo império Romano.
Todos acreditarão na Besta, pois fará grandes prodígios, sinais, será próspero, muitas nações implorarão para ficar sob a tutela do Anticristo e de sua confederação de nações (Dn. 8.25).
Ele terá um grande sócio/parceiro, que será o responsável por uma grande agitação religiosa no mundo, sendo o profeta do Anticristo, tendo grandes poderes tanto político quanto religioso, testemunhará diante das nações falando palavras doces, como afirma João, “vi ainda outra besta emergir da Terra: possuía dois chifres, parecendo cordeiro, mas falará como dragão” (Ap. 13.11), cuja intenção e objetivo será o de formar uma super igreja para atender e cultuar o Anticristo.

O surgimento de uma super igreja

O falso profeta devido aos seus “grandes poderes”, seu carisma sua eloqüência conseguirá formar essa super igreja com grandes e espantosos trabalhos de evangelização, cujos dogmas serão atraentes aos olhos dos fieis, afirmando ser uma religião pagã.
Essa falsa religião irá muito além do perfil da então igreja católica apostólica romana, cuja mesma está “bêbada com o sangue dos santos e com o sangue das testemunhas de Jesus” (Ap. 17.6a), sendo assim, todos serão conduzidos ao pecado e a idolatria a uma só pessoa: o Anticristo/Besta.

A Babilônia mística

A Babilônia mística representa o local e o contexto de rebeldia para com Deus, tornando centro desta rebelião e de todas as falsas religiões, caracterizando assim o domínio do Anticristo pela feitiçaria,

“A Babilônia mística é um mundo louco, prazeroso e arrogante, com todo o seu luxo sedutor e prazeres, com sua filosofia e cultura do Anticristo, e com suas multidões que abandonaram a Deus e viveram de acordo com a luxuria da carne e os desejos da mente”.
(PATE, 2003, p.122)

A volta de Jesus
Derrocada dos governos da Terra

O fim destas nações acontece como Daniel fala, “[...], uma pedra foi cortada sem auxilio das mãos, feriu a estatua nos pés de ferro e de barro e os esmiuçou” (Dn. 2.34), cuja pedra que foi cortada sem nenhum auxilio é próprio Cristo, que derrotará as nações que por um lado será forte e compacto por outro será “separada”, flexível. A partir disso, hipotetizamos que o ferro e o barro será a intercalação dos regimes democrático e comunista.


A batalha do Armagedom

O termo Armagedom vem do Hebraico “HAR MEGHID – DÓHN”, significando o Monte Megido, cuja cidade era uma cidade – fortaleza, próximo ao Monte Carmelo ambos situados ao norte de Israel.
Segundo a bíblia, neste vale se concentrará as tropas do Anticristo, como vem da tradução grega para armagedom “reunião de tropas”, ali todas as nações se juntarão para lutar contra o Deus de Israel e seu ovo, como diz João, “Então, os ajuntarão no lugar que em Hebraico se chama Armagedom” (Ap. 16-16).
Como assim foi no passado, esse lugar será o começo de guerra de total exterminação do povo Judeu, considerados culpados pela desgraça do mundo, e de maneira subjetiva serão exterminados por não oferecerem culto ao Anticristo com quer o falso profeta. Será um grande ataque que culminará com a morte de muitos Judeus que posteriormente deixarão à cidade Jerusalém para se refugiarem nas montanhas de Edom – que hoje faz parte do Reino da Jordânia e depois será território Israelense – entretanto, o Anticristo saberá da localização dos Judeus remanescentes e marchará ao seu encontro, porem Deus destruirá as suas tropas no deserto.
Nestes dias, Jesus voltará corporalmente, “Esse Jesus que dentre vós foi assunto ao céu virá do modo como viste subir” (At. 1.11), e todos verão como afirma Mateus (24.30), “todos os povos da terra [..] verão o filho do homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e muita gloria”, e neste momento aparecendo a todos descendo em Jerusalém, ele destruirá todos os reinos do mundo, tal como a pedra que fora cortada sem auxilio das mãos que destruí a estatua, com isso serão lançados, o Anticristo e o falso profeta, no lago de fogo e enxofre cujo será o inferno final.
Depois disso, os Judeus como nação reconhecerá a Jesus Cristo como o Messias, “Será que os restantes de Sião e os que ficarem em Jerusalém serão chamados santos, todos os que tiverem inscritos em Jerusalém, para a vida” (Is. 4.3), e os aceitarão em só dia como afirma Isaias,

“Quem jamais ouviu tal coisa? Quem viu coisa semelhante? Pode, acaso, nascer uma nação um aterra num só dia? Ou nasce uma nação de uma só vez? Pois Sião, antes que lhe viessem às dores, deu à luz seus filhos” (Is. 66.8).


O julgamento da nações

Quando Jesus chegar a Terra, não virá pra julgar as nações e sim consuma-lo, pois o julgamento das nações começa após o arrebatamento da igreja com os selos, trombetas e taças.
Com isso, percebemos que o juízo serve para determinar quais nações terão parte no reino milenial de Cristo, ou seja, nações que resistiram com Israel à opressão do Anticristo e do falso profeta, e quem serão lançados no lago de fogo e enxofre, nações que fizeram parte da confederação do Anticristo, assim será a separação e juízo das nações:

“E todas as nações serão as nações reunidas em sua presença e ele separa uns dos outros, como pastor separa dos cabritos as ovelhas; e porá as ovelhas à sua direita, mas os cabritos, à esquerda; então, dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: ‘vinde, benditos de meu Pai! Entrai na posse do Reino que vos está preparado desde a fundação do mundo’” (Mt. 25.32-34).




Referência Bibliográfica

GILBERTO, A. Escatologia Bíblica: Deus revela o futuro. Campinas. EETAD, 1997. p.31-82.

__________. Daniel e Apocalipse: O panorama do futuro. Campinas. EETAD, 1999.

PATE, C. Marvin, As interpretações do Apocalipse: 4 pontos de vista. São Paulo. Editora Vida, 2001.


Pr. Marcelo Farias é Ministro do Evangelho, formado pela EETAD - Escola de educação teológica das Assembléias de Deus, Professor de varias matérias na área de teologia e Coordenador da EETAD, da Área Leste, Atuou no setor de imprensa da OMEB – Ordem dos Ministros Evangélicos do Brasil – PB, Mantém um programa voltado para Familia na radio Arius FM 87.9, Relator da comissão Política da COMEAD- CG-PB

Consulte o site:

http://www.pastormarcelofarias.com.br
www.pastormarcelofarias.blogspot.com
pr.marcelofarias@gmail.com
pr_marcelofarias@hotmail.com

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Experiencia com celulas tronco ( voce è contra ou favor?

Células-tronco já são cura para mais de 45 de Doenças
Por Vera Morais em entrevista com Dr. Nelson Tatsui - Hematologista, Especialista em Células Tronco

A aplicação terapêutica de células-tronco proporcionará a cura de inúmeras doenças num futuro próximo. Estas células, portadoras de alta capacidade de regeneração, são estudadas clinicamente para regenerar órgãos e formar novos tecidos, além de substituírem o transplante de medula óssea em casos de alguns tipos de câncer. Com a aprovação da Lei de Biossegurança a população animou-se muito, entretanto, muitas barreiras ainda dificultam as pesquisas destas células, e principalmente o seu uso terapêutico. Além da impossibilidade legal de fazer uso da clonagem terapêutica, que seria o ideal para pesquisas e até mesmo o uso clínico, um levantamento feito em clínicas de fertilização demonstrou que, o número de embriões disponíveis para pesquisa é muito baixo. Além disso, há de se esperar pela autorização dos pais para sua utilização.
Mas o que poucos sabem, é que existem dois tipos de células-tronco: as embrionárias e as adultas. Acredita-se que as células provenientes de embriões possuem maior potencial de regeneração em relação às células adultas, e por conseqüência, mais possibilidade de curar enfermidades. Isso porque elas são pluripotentes, ou seja, podem se transformar em praticamente qualquer célula do corpo humano. Essa capacidade permite que um embrião se torne um organismo completo.
E o que são células-tronco adultas? De acordo com o hematologista Dr. Nelson Tatsui, pesquisador destas células há vários anos, o corpo humano possui outras células-tronco, que continuam a existir depois da fase embrionária. "Essas células se concentram em grande quantidade em 2 lugares do organismo: na medula óssea, e no sangue do cordão umbilical do recém nascido", explica o médico.
Este material é multipotente, ou seja, pode produzir os principais tecidos do corpo humano, como observa Dr. Nelson Tatsui. "Existem pesquisas que comprovaram a aplicação prática dessas células na criação de estruturas nervosas, como os neurônios, além da produção de ossos, cartilagens, gordura, entre outras estruturas, já obtidas em laboratório", conta.
Na USP, Universidade de São Paulo, uma experiência aplicou células-tronco adultas em pacientes com lesão na medula espinhal, com resultados comprovadamente positivos. Da mesma forma, uma técnica de implante destas células no cérebro de vítimas de acidente vascular cerebral está sendo feita por pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro e do Pró-Cardíaco.
Quando se pensa no tempo estipulado para que os pesquisadores manipulem estas células, é comum associar a promessa de cura a uma possibilidade distante. Mas, considerando-se a medicina como uma ciência milenar - o diabetes, por exemplo, foi diagnosticado há mais de 3.500 anos - o prazo de 5 ou 10 anos significa frações de segundos em termos proporcionais à evolução.
Em vista de aplicações práticas e experimentações da biotecnologia, estima-se que nos próximos anos as células-tronco sejam totalmente manipuladas. O Dr. Nelson Tatsui acredita que o estudo em células adultas não perde importância diante das embrionárias, em razão dos resultados já existentes, por haver um controle maior do que as células embrionárias - seu potencial de regeneração, de difícil controle, pode provocar tumores - e por não esbarrar em questões éticas. "Estas pesquisas são uma garantia de reserva futura para aplicação terapêutica de doenças como Mal de Alzheimer, diabetes e artrite reumatóide, e diversas anemias congênitas", conclui. Hoje, as células de cordão umbilical já podem ser utilizadas para o tratamento de mais de 45 tipos de doenças. (vide lista dessas doenças abaixo)
Doenças tratáveis com uso de células do cordão umbilical
Doenças malignas:
 Leucemia linfóide aguda
 Leucemia mielóide aguda
 Leucemia mielóide crônica
 Leucemia mielóide crônica juvenil
 Linfoma de Burkit
t Liposarcoma
 Síndrome Mielodisplásica
 Tumores sólidos (ex.: neuroblastoma ou retinoblastoma)
 Doença de Hodgkin refratária Linfoma Não-Hodgkin
Deficiências medulares:
 Anemia aplástica
 Anemia aplástica idiopática
 Síndrome Blackfan-Diamond
 Disqueratosis congênita
 Anemia de Fanconi
 Trombocitopenia amegacariocitica
 Síndrome de Kostmann
Hemoglobinopatias:

 Talassemia (anemia de Cooley)
 Anemias falciformes
Doenças metabólicas:
 Adrenoleucodistrofia
 Doença de Batten
 Doença de Gunther
 Síndrome de Hunter
 Síndrome de Hurler
 Síndrome de Lesch-Nyhan
 Síndrome de Maroteaux-Lamy
Imunodeficiências:
 Síndrome de Omenn
 Deficiências imunitárias combinadas severas
 Disgênese reticular
Displasia tímica
 Leucodistrofia celular globóide
 Síndrome de Wiskott Aldrich
 Síndrome Linfoproliferativa ligada ao cromossomo X
Outras doenças:
 Síndrome de Evans
 Osteopetrose
 Histiocitose das células de Langerhans

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

O que é "Amar Demais?"

novela Mulheres Apaixonadas trata de um assunto muito polêmico e atual: Mulheres Apaixonadas.

Todos sofrem junto com Heloísa o drama de Amar Demais!
O que é "Amar Demais?" O Amor verdadeiro nunca é demasiado e não se mede assim pela quantidade ou será intensidade? Podemos falar em termos de Amar Demais ou Amar De Menos?!
Quando esta intensidade envolve emoções intensas e descontroladas da mulher se diz que ela Ama Demais! No entanto, acho que não é este o enfoque. Na verdade, ela não ama, o que ela tem em grande intensidade pode ser um intenso sofrimento baseado no Medo,
, no Ciúme. Tudo isso envolvido em uma grande capa de Insegurança.
Esta é a palavra exata: Insegurança.
As mulheres "que Amam demais" estão mais emotivas e apaixonadas. No entanto, esta intensidade de emoção nem sempre significa Amor. Pode ser uma atitude infantil. A mesma que sentimos quando éramos crianças e alguém tenta nos tirar o brinquedo predileto. Esperneamos, fazemos birra, o que evoca um comportamento totalmente egocêntrico.
O homem amado se transforma num alvo ou objetivo de vida. Esta mulher não Ama Demais, ela sofre demais.. todas as suas emoções são negativas... e desiquilibradas.
O Amor apazigua, tranquiliza e nasce no coração daqueles que têm muito amor por si mesmos. O respeito que a pessoa tem por si própria é o bastante para se viver um amor saudável. Amar Demais é muito bom! Entrega completa de corpo e alma, pensamento e sentimento. Uma entrega solta sem amarras e sem posses. Sem controle. Assim é bom Amar Demais. Você dá ao outro seu carinho e recebe carinho. Mesmo nas fases mais sofridas, a mulher se sente forte psiquicamente para enfrentar as dificuldades sem se deixar desfalecer pela Insegurança ou Medo da Perda.
Quando somos bebês, vivemos uma fase muito sofrida. Quando aprendemos que o pai e a mãe são seres distintos.... Eles podem se afastar da gente ou ir embora. Não fazem mais parte do nosso ser. E, nesta fase, toda vez que o bebê vê a mãe se afastar, ele chora. Medo da perda.
Algumas mulheres continuam sempre muito inseguras ou dependentes emocionalmente. Sabem que vivem um relacionamento doentio ou humilhante mas não têm forças para abandonar este amor. Ou então, vivem um Ciúme intenso e acabam destruindo a relação.
Um Amor Capenga, Instável e cheio ainda de emoções infantis...
Como viver um relacionamento sadio? Ah, é ruim estar apaixonada? Não. Amar Demais é muito bom! No entanto, falo do amor maduro em que a pessoa está fortalecida intimamente.
Esta fortaleza vem da segurança interior e da confiança em si mesma. Você tem que confiar "em seu taco" e no companheiro. Mesmo nos instantes mais duros, sua couraça emocional tem que estar fortalecida. A auto estima é muito frágil no ser humano. Não somos os mesmos durante todos os dias. Dependendo de nossas emoções podemos estar mais seguros ou inseguros, frágeis ou fortes. No entanto, a essência tem que ser a mesma. A essência é como se fôsse nosso miolo interior... Tira-se a casca do pão e vem o miolo. A essência fortalecida não deixa que desabemos ante nossas emoções infantis.
Todos nós, um dia, já sofremos por Amor. No entanto, este sofrimento não pode persistir insistentemente. Nutrir-se de maus relacionamentos, maus tratos, posse, violência e ciúme possessivo. Como alimentar um Monstro e depois tentar correr dele. É preciso cortar na raiz, o Mal. Não é fácil Amar e muito menos deixar alguém que se ama, quando se sabe da impossibilidade desse amor ser viável ou saudável. No entanto, é possível você abandonar o sofrimento e escolher relacionamentos mais sadios e fortalecedores.
É preciso investigar as causas dessas dificuldades emocionais. E, por este motivo, o MADA tem um papel muito importante na vida atual. Através do testemunho de outras mulheres, tantas outras aprendem também a se fortalecerem emocionalmente.
O problema não está na Intensidade do Amor, mas na Maneira de Amar. Se você sente que está sofrendo muito no seu relacionamento procure ajuda.
O Amor no ser humano ainda é imperfeito, oscilante, mas ainda é Amor. Procure investigar dentro de você mesma porque age assim com tanta possessividade. Nós estamos muito preocupados com a forma fisica e a aparência e não cultivamos em nosso interior valores profundos como: a Fé , a Esperança, a Fraternidade. Neste comportamento pessimista não conseguimos visualizar que para cada dor há uma saída.. e que nascemos para ser felizes. Ainda não sabemos escolher o companheiro apropriado porque nossa visão está contaminada pelo momento. Tudo é muito descartável...e fugaz. Assim é que funciona agora. Fugimos de compromissos e responsabilidades, fugimos do Amor. Queremos viver o momento. Nesta escolha pautada na aparência ou em outros valores efêmeros podemos sofrer muito.
Não somos apenas um coração ou pensamento. Somos um conjunto de emoções, sentimentos e a razão. Para sermos felizes em nossas vidas, é necessário que tudo esteja em harmonia: pensamento, sentimento e emoção. Tudo começa pelo nosso pensamento e se filtra no sentimento e expressado na emoção.
Há uma saída para todos os problemas. Pense nisso! Se você vive agora um drama muito parecido com o da novela, não se aflija. Procure ajuda profissional, enfim uma solução para suas emoções alteradas ou seu sofrimento.
Você é que tem que buscar a saída para seu drama de Amor. Tudo é passageiro nesta vida... até o sofrimento. Nada como o Tempo para estancar mágoas e cicatrizes de amores sofridos. No entanto, você tem que fazer a sua parte...
Você tem que se Amar Demais!...
Boa sorte!